Anysio e Millôr

“MORRERAM CHICO ANYSIO “

Com mais de 200 personagens, Chico não era só um, era múltiplo. Durante 63 anos de carreira, fez o Brasil inteiro chorar de rir com seus tipos que caracterizavam o homem brasileiro.

Ele era humorista, ator, radialista, diretor, poeta, escritor e pintor. Na companhia de mulheres famosas, produziu outros talentos: Lug de Paula (Seu Boneco) e Nizo Neto (Seu Ptolomeu), filhos dele com a atriz Nancy Wanderley; e da união com Alcione Mazzeo, veio o Bruno Mazzeo, que hoje é um grande sucesso. Chico é tio do Marcos Palmeira e da atriz e diretora Cininha de Paula e é tio-avô de Maria Maya, filha de Cininha de Paula com o ator e diretor Wolf Maya.

Criou inúmeros bordões para seus personagens que ganharam a boca do povo. Pertinho de sua morte, aos 80 anos, pronunciou uma frase mais séria: “Não tenho medo de morrer, tenho é pena, pois não irei ver crescer meus netos e bisnetos.”

MILLÔR FERNANDES

Aos 88 anos, o Brasil perdeu um pouco mais de sua graça desenhada e escrita, já que com o Chico Anysio o humor era principalmente encenado. Perdemos um excelente humorista, cartunista, escritor, tradutor, desenhista e jornalista. Millôr, além de ser um dos fundadores de O PASQUIM, e ter trabalhado em O Cruzeiro, Veja e Jornal do Brasil, foi o autor de inúmeras frases que ficaram famosas. Dentre elas, cito algumas:

A verdadeira amizade é aquela que nos permite falar, ao amigo, de todos os seus defeitos e de todas as nossas qualidades.

Como são admiráveis as pessoas que nós não conhecemos bem.

As pessoas que falam muito mentem sempre, porque acabam esgotando seu estoque de verdades.

Viver é desenhar sem borracha.

Democracia é quando eu mando em você, ditadura é quando você manda em mim.

Esnobar é exigir café fervendo e deixar esfriar.

Não devemos resisitir às tentações: elas podem não voltar.

Chato…Indivíduo que tem mais interesse em nós do que nós temos nele.

Esta é a verdade: a vida começa quando a gente compreende que ela não dura muito.

Jamais diga uma mentira que não possa provar.

O cara só é sinceramente ateu quando está muito bem de saúde.

Quem mata o tempo não é assassino, mas sim um suicida.

Pais e filhos não foram feitos para ser amigos. Foram feitos para ser pais e filhos.

De todas as taras sexuais, não existe nenhuma mais estranha do que a abstinência.

Quando todo mundo quer saber é porque ninguém tem nada com isso.

Anatomia é uma coisa que os homens também têm, mas que, nas mulheres, fica muito melhor.

Viva o Brasil onde o ano inteiro é primeiro de abril.

Sim, do mundo nada se leva. Mas é formidável ter uma porção de coisas a que dizer adeus.

Millôr Fernandes

Depois de ler o post, deixe seu COMENTÁRIO!

Clique aqui:  http://bollog.wordpress.com/2012/04/12/anysio-e-millor/#comments

About these ads