Diminutivos especiais

FOTINHO E MOTINHO


Todo mundo já sabe como se faz o diminutivo. É simples, usa-se ZINHO (Esta peçazinha é chamada de sufixo) no finalzinho da palavra que você quer qualificar, carinhosamente. Como funciona no papel de agente qualificador, ele concorda no gênero (masculino ou feminino) do substantivo ao qual ele se junta.

Exemplos: um cometa, fica um cometazinhO; um poemA, fica um poemazinhO; e uma tribo, fica uma tribozinhA.

INHO é um sufixo (Eta, nomezinho feio!) especial. Ele conserva o O ou o A do final do substantivo que você quer colocar no diminutivo, sem se importar se é masculino ou feminino. Exemplo: um cometA, fica um cometinhA; um poemA, fica um poeminhA; e uma tribO, fica uma tribinhO.

Nos casos de FOTO e MOTO, reduções de fotografia e de motocicleta, se você vai optar por fazer o diminutivo com INHO, ficará assim: uma foto – uma fotinho; e uma moto – uma motinho. Caso use o outro sufixo, fica assim: uma foto – uma fotozinha; e uma moto – uma motozinha.

Você pode ter as duas opções também para o substantivo composto guarda-chuva, ficando: um guarda-chuvazinho ou um guarda-chuvinha.

Aquilo que os falantes consagram é respeitado, como é o caso de “fotinha” ou “motinha”, mas não faça este uso de maneira formal, somente nas salas de bate-papo. Nos comentários do Blog do Bollog, estes termos também são permitidos.

Professor José Maria Cavalcanti

Anúncios