Eu sou brasileiro!

 

DIA SETE DE SETEMBRO

 

Com o “Grito do Ipiranga”, no dia 7 de setembro de 1822, ficamos livres de Portugal, quando o Príncipe Regente D. Pedro I gritou bravamente “Independência ou Morte!”. Assim os lucros da madeira, do açúcar, do ouro e outras riquezas minerais passaram a permanecer em terras brasileiras para nosso próprio desenvolvimento.

Dando um salto no tempo, há pouco, aprendemos a não pedir dinheiro emprestado e assim nos livramos da famigerada dívida junto ao FMI. Hoje já somos mais fortes para o enfrentamento de crises financeiras mundiais. O Brasil está crescendo em um ritmo que hoje é apontado como a bola da vez para investimentos, coisa nunca acontecida. Agora só nos resta o livramento do inimigo que vive conosco: políticos despreparados e desqualificados para fazer parte da história de uma nação tão linda e cheia de potencial. Mas eles não caem lá de paraquedas. Com muitas sutilezas e o apoio de marqueteiros, somos convencidos nas campanhas políticas que eles são honestos e competentes. Com um bom exercício de cidadania, vamos acordar para decidirmos melhor. O Brasil já não é o país do amanhã, hoje ele é uma realidade. Cada dia a classe média se fortalece porque o índice de desemprego cai para os menores patamares. As classes mais necessitadas estão recebendo uma ajuda importante de programas sociais que hoje são copiados por países de primeiro mundo. Nossa educação já melhorou muito, mas ainda está longe da meta. Temos comemorado a diminuição do número de analfabetos, mas queremos mais. Um país que trata mal um professor e a estrutura do ensino não pode ser grande nunca.

Neste dia cívico, nossos corações se enchem de júbilo e saímos às ruas para comemorar esta data especial. Enaltecemos a nossa liberdade e a figura do soldado, que sai do seio familiar para dar sua vida pela pátria. No desfile das forças armadas, vislumbra-se a formação impecável de cidadãos de honra, alicerçados pelo amor, coragem, disciplina e hierarquia.

Ao ver nos céus de Brasília o show da Esquadrilha da Fumaça, percebemos o grau de adestramento desses aeronautas, sempre prontos para a batalha, como ocorreu nos conflitos da II Guerra Mundial. Ali também foi demonstrada a bravura da Força Expedicionária que se fez presente, e vencemos o inimigo comum: o nazismo.

Somos bravos e ser brasileiro é motivo de muito orgulho, e todos os outros povos gostam da nossa gente, alegre e criativa. Somos felizes por natureza e não só por ter um futebol que enche os olhos, um voleibol campeoníssimo, pelos ídolos do automobilismo e outros esportes, por produzir as melhores novelas no mundo, pelas mulheres bonitas, pela bossa nova e pelo samba.

Exportamos beleza, cultura e ainda  continuamos exportando nossas madeiras, nosso açúcar e o nosso famoso café. Não só isso, para destacar, temos a EMBRAER que faz da nossa indústria aeronáutica ser de primeiro mundo e a Companhia Siderúrgica Nacional faz o nosso aço ser da melhor qualidade, além disso, temos a PETROBRAS, uma das maiores empresas internacionais.

Como se não bastasse, somos gigantesco em terras com um clima maravilhoso nos seus muitos quilômetros de praias. E a Amazônia, o pulmão do mundo, é uma grande fonte de saúde. O Brasil continua sendo chamado de “o celeiro do mundo”, abastecendo outras nações com seus grãos e suas carnes, tendo também reservas incríveis de gás, petróleo, água e outras riquezas minerais, e breve ocupará um lugar de destaque entre os países de primeiro mundo.

Por tudo isto, neste dia especial, comemore, bata no peito e grite, cheio de orgulho: EU SOU BRASILEIRO!

Autor José Maria Cavalcanti

Deixe seu sentimento para o Dia 7 de Setembro. COMENTE!

Clique aqui: https://bollog.wordpress.com/2011/09/07/eu-sou-brasileiro/#comments

 

Vídeo do Desfile do Dia Sete de Setembro em Brasília.

 

Anúncios