Spielberg, Steven – A Lista de Schindler

A LISTA DE SCHINDLER – CURIOSIDADES SOBRE O FILME 

A cerimônia do Oscar 2012 será no próximo dia 26 de fevereiro. Neste clima que antecede a prestigiada premiação, vamos relembrar fatos curiosos sobre um dos maiores vencedores.

Este filme causou a maior sensação no mundo todo, quebrando recordes de bilheterias e ficando semanas em cartaz. Superou todas as expectativas e se tornou um clássico, ficando entre os maiores ganhadores do Oscar de todos os tempos.

1 – Ralph Fiennes teve que adquirir 13 quilos para desempenhar seu papel. Steven Spielberg o escolheu por sua “maldade sensual”.

2 – Martin Scorsese  se recusou a dirigir o filme nos anos 80. Ele achava que não faria um trabalho tão bom do que um diretor judeu.

3 – “A Lista de Schindler” foi apresentada a Steven Spielberg por Sid Sheinberg, que havia comprado os direitos autorais em 1982, com a esperança que Spielberg o dirigisse. O filme explodiu no maior sucesso na mesma época em que Sheinberg estava saindo da MCA/Universal.

4 – Spielberg começou a trabalhar no filme na Polônia, na mesma época em que “Parque dos Dinossauros” estava no período de pós-produção. Ele trabalhava em “Parque dos Dinossauros”, via satélite, com a ajuda de George Lucas.

5 – A cena da “liquidação” no gueto de Cracóvia era apenas uma página no script original. Spielberg a transformou em 20 páginas e 20 minutos de filme, graças aos depoimentos de muitos sobreviventes.

6 – Como Spielberg não conseguiu autorização para filmar em Auschwitz, as cenas dos campos de concentração foram feitas em um set, erguido em um dos estúdios da Universal, construído à imagem e semelhança do Campo de Auschwitz.

7 – A pessoa que coloca flores em cima das pedras, nos créditos finais, é Liam Neeson e não Spielberg, como todos imaginavam.

8 – Steven Spielberg não cobrou um único centavo para trabalhar nesse filme. Ele alegou que o dinheiro seria fruto de assassinatos. Todo o dinheiro que caberia a ele, até mesmo resíduos dos direitos autorais, foram repassados para à Shoah Foundation, a organização que gravou e arquiva os depoimentos de sobreviventes e  testemunhas do Holocausto.

9 – Para recolher trajes para os 20.000 figurantes, o desenhista de roupas colocou propaganda para aquisição do vestuário para compor os cenários. Como a situação econômica da Polônia era precária, muitos poloneses venderam roupas antigas das décadas de 40 e 50.

10 – Ao custo de 25 milhões de dólares, A Lista de Schindler é o filme em preto e branco mais caro da história.

Fonte: The Internet Movie Database.

Se você gostou do post, deixe um COMENTÁRIO!

Clique aqui:  https://bollog.wordpress.com/2012/02/16/spielberg-steven-a-lista-de-schindler/#comments

Anúncios