Espelho Meu

AUTOIMAGEM

Algumas mulheres de corpo esbelto, mesmo estando perfeitas na forma e medidas, ao se defrontarem com o espelho, veem-se gordas. Parece até que o espelho, traiçoeiramente, deforma suas curvas, aumentando-as de tamanho.

Já os homens, mesmos com exagerados quilinhos a mais, diante da superfície polida, veem suas imagens belíssimas, superestimando aquilo que são em realidade.

Aquilo que imaginamos é muitas vezes diferente daquilo que realmente é, até em situações práticas, como a maneira da mãe enxergar o filho. Ela o vê como um estudante comportado, inteligente e muito aplicado aos estudos, o que muitas vezes não corresponde ao que os amigos acham dele e a fama de bagunceiro que ele ostenta entre seus pares.

Assim como a moça vê o futuro marido como um rapaz bonito, sério, trabalhador e um excelente futuro pai de seus filhos. Isto que ela idealiza às vezes é o sonho que a mãe do próprio rapaz alimenta que ele irá ser algum dia, depois de assumir um compromisso sério como o casamento.

Muitas vezes isso também se aplica a várias situações do cotidiano, quando nos deixamos enganar pela lábia de um bom vendedor na hora de adquirir um carro zero, um apartamento novo ou mesmo um imóvel na montanha ou na praia.

Às vezes a pessoa que está ao nosso lado percebe o tamanho do embuste, mas estamos tão empolgados e cegos que é impossível que alguém possa nos convencer do contrário, diante daquela imagem falsa que foi projetada como verdadeira em nossa mente.

Deixe aqui o seu COMENTÁRIO!

Clique aqui:  https://bollog.wordpress.com/2012/03/29/espelho-meu/#comments

Anúncios