Cavalo-marinho

MUDAM DE COR E DÃO À LUZ

No reino animal, algumas criaturas são mais delicadas e chamam mais a atenção. Os cavalos-marinhos podem ser tomados como exemplo. Eles vivem em águas temperadas e tropicais. Possuem uma cabeça alongada com filamentos que lembram a crina de um cavalo. Tem características semelhantes às do camaleão, como a de mudar de cor e a de mexer os olhos independentemente um do outro. Nadam com o corpo na vertical, movimentando rapidamente as suas barbatanas. Algumas espécies podem ser confundidas com plantas marinhas, com corais ou com anemonas marinhas. Seu tamanho é de aproximadamente 15 cm, com peso entre 50 e 100 gramas. Podem ser criados em aquários, contanto que a água seja salgada e recebam cuidados especiais, pois são muito frágeis. Alimenta-se de pequenos moluscos, vermes, crustáceos e plâncton, que são sugados através do seu focinho tubular. Como não têm o costume de ir atrás do alimento, eles comem o que passar pela frente. A cauda longa e pênsil permite que eles se agarrem às plantas submarinas, enquanto se alimentam.

A reprodução dos cavalos-marinhos ocorre na primavera. Os ovos postos pela fêmea são fertilizados pelo macho que os guarda em uma bolsa na base de sua cauda. Dois meses mais tarde, os ovos se abrem, e o macho realiza violentas contorções para expelir os filhotes. Estes são transparentes e pouco maiores que um centímetro. Sobem logo à superfície para encher suas bolsas de ar, para poderem se equilibrar na água. Já se tornam independentes de seus pais, mesmo sendo frágeis.O macho gera cerca de 400 filhotes por cada barrigada.

Anúncios