ALFENIM

AAlfenins_de_Laranja

ALFENIM

DOCE BOM É ALFENIM

 DE GELEIA É FULEIRO

ATÉ O DOCE MINEIRO

AO LADO É CHINFRIM

0

LEMBRA-ME CASA DA AVÓ

O PANELÃO, QUE CHEIRO

QUE DOCINHO MANEIRO

O TAL GOSTO SEI DE COR

0

FAZ-ME LEMBRAR A MENINICE

RECORDO-ME LAMBER A MÃO

O OLHAR CHEIO DE MEIGUICE

É UM RECORDO DO CORAÇÃO

Autor – José Maria Cavalcanti

Meu avô, Pedro Alves, tinha de cor algumas produções poéticas. Uma delas guardo com carinho:

A campa faz tim, tim, tim

Teco, teco a lançadeira

No açougue a molequeira

E a velha faz alfenim

Nhô velho ficou caduco

Caiu do banco e fez puco

Na casa de Zé Chiarrau

Foi onde o gato fez miau

E o fole vuco, vuco

Anúncios