Jardineiro de Palavras

 

JOÃO CAVALCANTE – O FLUIR DA IMAGINAÇÃO

 

 

JoãoCavalcanteLivros

 

AMBIÇÃO – O livro narra a história de dois pares de gêmeos idênticos, que, depois de separados e criados em ambiente distintos, serão enlaçados em uma trama de morte. Após acidente no alto-mar do belíssimo litoral nordestino, apenas a pequena Ângela é resgatada com vida pelo barco da família Crispim, ficando sua irmã gêmea e seus pais desaparecidos. Sem parentes próximos, a justiça permite a adoção da criança pela rica família Barreto. Em um outro ponto, a história transcorre com o cenário da paradisíaca Praia de Pipa, palco do abandono dos meninos gêmeos recém-nascidos, mostrando a condição de miséria vivida por algumas famílias ribeirinhas do povoado. Os gêmeos serão adotados, individualmente, por duas famílias: os Veríssimo, de São Paulo, e os Burgo, formado por um casal de portugueses, que são proprietários de uma pousada na localidade. As vidas dos dois casais de gêmeos serão enlaçadas a partir do namoro, noivado e casamento de André Veríssimo com Ângela Barreto. Tal relação irá trazer à luz, através de uma investigação particular, Giuseppe Burgo, o irmão homossexual do noivo, o que provocará uma reviravolta no enredo. Somado a isso, uma crise na economia mundial irá arruinar o império de Emílio Barreto, o que afetará a vida do jovem casal. Mediante isso, revela-se um André Veríssimo calculista, que não estabelece limites em seus planos de riqueza, que envolverão toda a família. Neste cenário, aparecerá a figura de Sara Silvestre para impedir as artimanhas engendradas por André para se manter como “bon vivant”, mudando o curso da trama.

PREÇO DO ANJO – Nessa obra, o escritor traz para o público um tema atual e envolvente, a pedofilia, que hoje afeta todos os países. Ele revela sem retoques o quadro cruel das mentes doentias que abusam sexualmente de seres tão inocentes, sem ao menos demonstrarem qualquer tipo de arrependimento. Ao mesmo tempo, apresenta o Método de Castração Química, enfocando que tal procedimento já é lei em vários países de primeiro mundo, tais como EUA, Canadá e também na União Europeia, como forma de tratamento para aqueles que sentem esse tipo de desejo sexual incontrolável. Mediante isso, surge a figura do Delegado Federal, André Soares, que se utiliza do princípio que os fins justificam os meios, agindo de forma contundente para a aprovação desse Projeto de Lei no Congresso Nacional. Enquanto relata outros desvios sexuais de conduta, através de seus personagens, o autor também conta a história de um grupo de amigos que resolvem se juntar para promoverem melhorias de vida as suas famílias. Utilizando-se de todos os métodos para conseguirem sucesso em suas empreitadas, se envolvem no submundo das drogas e na luta de grupo rivais que disputam o controle do tráfico. Como uma engrenagem, partem coesos para obterem sucesso no mundo da política e montam uma engenhosa rede de empresas para obterem lucros do erário público. O livro denuncia que o pedófilo está entre nós, tem boa conduta, reputação ilibada e é de boa família, mas que age de forma doentia, tirando proveito da proximidade e da influência que exercem sobre aqueles que ainda não perderam a inocência, principalmente. E mostra com clareza dois mundos paralelos: o ilícito com sua capacidade de abusar e manipular pessoas para obter lucros com a venda de sexo e drogas e o lícito, com as artimanhas da política. Ambos maléficos, promovendo caos social.

 JOGO DO PODER – O Supremo Tribunal Federal vinha sofrendo algumas críticas por decisões equivocadas e passava a viver um verdadeiro clima de guerra com o Exército Brasileiro, quando o General Homero Jorge coloca a mídia contra a decisão do STF de aumentar os próprios salários. O ministro expõe como contraponto os baixos soldos das Forças Armadas e situações de fome do povo brasileiro, acirrando mais ainda os ânimos entre as duas instituições governamentais. Na busca de encontrar algo que pare com as afrontas do militar, aparentemente irrepreensível, surge Marta Furtado, a personagem maior deste drama social. A secretária do STF coloca nas mãos de um experiente advogado o dossiê secreto da Escola Brasil, que denuncia um antigo acordo militar do Brasil com os Estados Unidos da América. O general, que na época era coronel, havia também assinado o acordo. O autor também relata, como pano de fundo, a inteligente trama do maior assalto a banco da história do Brasil, envolvendo vários personagens. O grande assalto coloca em evidência a ineficiência da polícia em solucionar o caso que gerou repercussão nacional, ao  mesmo tempo, o autor também nos brinda com seu enredo uma narração de costumes regionais e sofrimentos ligados às suas raízes, abordando as motivações humanas frente às suas necessitudes, marcando padrões de conduta de pessoas que compõem a sociedade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios