Arquivo da Categoria: Cenas do Cotidiano

BILA – O SEGUNDO FRANCISCO

BILA – O SEGUNDO FRANCISCO   80 ANOS   FRANCISCO PEDRO DA SILVA nasceu em 13 de janeiro de 1935, na cidade de Cajazeiras, portanto, fazendo hoje 80 de bem vividos anos, no… Continuar lendo

Aplicativo Free – Sons da Maquina de Escrever

      GRAFIA DE TIPOS     A agência do Jornal New York Times fez uma brincadeira com sua equipe de redatores. A ideia era simular um retorno aos velhos tempos em… Continuar lendo

Fla-Flu

FLA-FLU – CLÁSSICO DAS MULTIDÕES Se a excelência das novelas brasileiras nos eleva aos mais altos patamares do mundo, o futebol continua sendo parte constituinte da nossa própria essência, chegando às vias do… Continuar lendo

Cantão da Esquina do Mundo

GRANDE PONTO  FILIPE MAMEDE · Natal, RN Toda cidade que se preze tem uma rua, uma praça, um largo ou uma esquina onde a patuléia se reúne para conversar “miolo de pote”. Fosse… Continuar lendo

NATAL NO PASSADO

NATAL – RN – O GRANDE PONTO    Foto: Grande Ponto – Anos 30 O Grande Ponto é um ponto tradicional de Natal, onde acontecem coisas do arco da velha, há muitos e… Continuar lendo

NATAL NO PASSADO

NATAL – RN: CINE POLYTHEAMA  Praça Augusto Severo e o Polytheama por Alderico Leandro* Em Natal, funcionou, nos anos 20 (1920) um cinema que levava o nome de Cine Polytheama, o primeiro cinema… Continuar lendo

Ferro Tupy

CRIANDO TRADIÇÃO DE FAMÍLIA Jodi carregou com ele nossa segunda irmã que, assim como a primeira, sempre foi muito bonita. Claro que tudo havia começado na famosa Rua São Sebastião, na casa número… Continuar lendo

Lindo Pôr do Sol

  REDONDO E ALARANJADO Não sei se você já parou para reparar que quase tudo que é gostoso, importante e lindo tem a forma arredondada. Vou começar com o saboroso bolo da minha… Continuar lendo

TRADIÇÃO

FERA FEDERAL Quando vi meu nome na lista de aprovados no concurso da ETFRN, há trinta e cinco anos, sabia que estava entrando em um mundo de muitas oportunidades. Edificações era o curso… Continuar lendo

HISTÓRIA DE XADREZ

XADREZ CURA TUDO Veroca chegava ao hall, toda esfuziante e espalhafatosa, exibindo-se logo que sentia qualquer barulho de aproximação de gente. Ela era quase uma sessentona, mas que não se dava conta do… Continuar lendo