Arquivo da Categoria: Poesia

Manoel de Barros

    O APANHADOR DE DESPERDÍCIOS Uso a palavra para compor meus silêncios. Não gosto das palavras fatigadas de informar. Dou mais respeito às que vivem de barriga no chão tipo água, pedra,… Continuar lendo

Poesia – Gargalheiras

      GARGALHEIRAS Lá da Serra do Chapéu Via a represa lindo colibri Com as asas erguidas para o céu Agradecia alegre a riqueza de Acari Qual um néctar, tão doce era… Continuar lendo

VELHA FIGURA

ANDRÉ – O RABEQUEIRO Por muito pouco, André – O Rabequeiro não foi parar em O Livro das Velhas Figuras, obra cultural que foi compilada por Luís da Câmara Cascudo. Como o que… Continuar lendo

São João

    FOLIA DA ZÉ PATRÔ São João bom era da Zé Patrô Na rua milho assado, fogueira A menina linda à namoradeira Que o meu destino me reservô  -o- Ali tão delicada… Continuar lendo

Dia da Mulher – Homenagem

                    Mulher de Corpo e Alma Após o baile, a bonequinha se fez mulher A carregar a beleza sensível de outra rosa Que obra de… Continuar lendo

Coração Partido

CAÇADOR DE ESTRELA Quis parar a ampulheta Dar o céu só para tê-la E como uma borboleta Voou ao céu tal estrela E a rua ficou tão vazia Cadê a vida sem o… Continuar lendo

Cores da Primavera

               FELICIDADES   Chegou setembro! Dele me lembro, o mês mais bonito. Sair de casa, tomar sorvete, ver o filme favorito. Tempo de imaginar, respirar novos cheiros… Continuar lendo

Batida de Coração

BATIDA DO CORAÇÃO Na caixinha o som A bailarina a rodar Na boca o bombom Com seu doce amar 00 Música que faz feliz E todo o corpo ferve Seu ser sem diretriz… Continuar lendo

Predileta

FELICIDADE AMO MINHA VIDA QUE ME DEU SUA IMAGEM A COISA MAIS PERFEITA DO UNIVERSO! AMO ESTA SAUDADE QUE NÃO ME DEIXA, PORÉM, ME FAZ LEMBRAR VOCÊ. AMO SEUS SONHOS, SEUS ENGANOS, SEUS… Continuar lendo

ALFENIM

ALFENIM DOCE BOM É ALFENIM  DE GELEIA É FULEIRO ATÉ O DOCE MINEIRO AO LADO É CHINFRIM 0 LEMBRA-ME CASA DA AVÓ O PANELÃO, QUE CHEIRO QUE DOCINHO MANEIRO O TAL GOSTO SEI DE… Continuar lendo