Arquivo de Tag: Língua Portuguesa

Bem-me-quer

BEM-ME-QUER OU MALMEQUER? Parecia que todas as dúvidas do mundo de pronto povoaram sua cabeça. E aquela ansiedade desmedida devorava tudo lá por dentro. Roubava-lhe o sossego, vindo a pôr descompasso no seu… Continuar lendo

PLEONASMO OU REDUNDÂNCIA

DÚVIDAS DA LÍNGUA PORTUGUESA Quando um poeta ou um escritor usa repetir certa palavra ou expressão,  o intento é puramente literário, no sentido de enfatizar uma determinada ideia. A isto chamamos de pleonasmo (que se… Continuar lendo

Acentuação

ACENTUAÇÃO A pontuação, genial criação, veio muito depois da palavra escrita para que se evitasse a formação de orações com mais de um entendimento. Já a acentuação, cada país adota suas próprias regras. Na… Continuar lendo

Agradecimentos

SABER AGRADECER É TUDO DE BOM! É comum se escutar “fui agradecê-lo…” ou “agradeci pelo convite”. Embora seja de uso corriqueiro, tais expressões estão incorretas, pois o verbo AGRADECER exige duplo complemento: um… Continuar lendo

Bate boca e Vale tudo

HÍFEN SIM – O CORRETO É BATE-BOCA E VALE-TUDO Estas palavras pertencem à classe dos substantivos, no caso, os substantivos compostos, ligados por hífen. Li, recentemente, a seguinte frase de um dos canais… Continuar lendo

Árabe – Influência Idiomática

INFLUÊNCIA ÁRABE NA LÍNGUA PORTUGUESA Os Árabes constituíam a classe dominadora e militar. Daí o grande número de termos relativos a instituições jurídicas e sociais, bem como à arte da guerra. Além disso,… Continuar lendo

Origem dos Nomes

  ORIGEM DA PALAVRA “BOICOTE”   A palavra “boicote” tem origem no nome de uma pessoa. No século 19, o capitão inglês Charles Cunningham Boycott administrava propriedades na Irlanda. A forma exageradamente dura… Continuar lendo

Primeira vez

BLOG do BOLLOG –  UM ANO DE SUCESSO! Primeira vez, primeiro beijo, primeiro amor. Coisas que não se esquece, assim é a sensação desse marco: término do Ano I e início do Ano… Continuar lendo

Meia ou meio

  USO CORRETO DE MEIA/MEIO Quando alguém fala: “Estou meia cansada”. No mesmo instante, minha mente viaja e me vejo contemplando uma velha meia, surrada e esburacada de tanto usar. É como se… Continuar lendo

Em baixo ou embaixo?

EM BAIXO, EM CIMA, EMBAIXO Este emprego parece simples, mas exige uma certa atenção de quem escreve, principalmente. Antes de mais nada, vamos deixar esclarecida uma dúvida que persiste nas redações de alguns… Continuar lendo