Arquivo de Tag: MetaCrawler

NOITE FELIZ!

CENA DO NATAL Cheguei à cidadela e procurei os amigos que há muito não via, mas me dei conta, enfim, que não estavam em casa, embora fosse noite alta. Tudo parecia tão vazio,… Continuar lendo

Ela muda tudo!

VÍRGULA – ESTA É OBRIGATÓRIA! Exemplos: Maria morreu cedo, e João tomou rumo. O sol já estava fraco, e a tarde se fazia fresquinha. A mãe trabalho pesado, e os filhos devoram os… Continuar lendo

Peninha

SOZINHO – ANÁLISE DA LETRA   Você sabe que Sozinho fala forte aos corações apaixonados, principalmente na voz adocicada de Caetano, mas seu segredo não está somente na envolvente melodia, sua letra possui… Continuar lendo

Fazendo amizade

MEU AMIGO BRASILEIRO Quando não viajo para Natal nas minhas férias, voo desesperado para comer fugazzetas, empanadas e bife de chorizo con papas fritas na capital portenha, sem deixar de apreciar as exibições… Continuar lendo

SÓSIA DE ASTRONAUTA

EU NÃO SOU MARCOS PONTES São José dos Campos é uma dessas cidades em que o comércio de eletrônicos tem um só nome: “O Tarzan”. Ali você encontra tudo que você já se… Continuar lendo

CURTINDO A FAMÍLIA

MINHAS VISITAS A NATAL Todos os anos me preparo para curtir alguns dias na capital nordestina mais aconchegante e aprazível do Brasil. Os preparativos são simples, e a mala é sempre leve, pois… Continuar lendo

Fusões Impossíveis

NEM SEMPRE UMA FUSÃO POSSÍVEL De + o = do   e   de + a = da, assim como de + ele = dele    e de + ela = dela. Isto nem sempre é… Continuar lendo

VÍDEO DE TERRY FATOR

UM VENTRÍLOQUO INCRÍVEL Terry Wayne Fator é ventríloquo, impressionista, comediante e cantor. Ele é capaz de fazer mais de cem tipos, usando dezesseis bonecos em um só ato. Ele foi o ganhador do… Continuar lendo

Zé Ramalho

CHICO BUARQUE, CAETANO, MILTON, GIL, ZÉ RAMALHO, RAUL SEIXAS E MUITOS OUTROS Analisar as letras das músicas destes grandes talentos da MPB não é tarefa fácil. Músicas com mensagens inteligentíssimas, como as de… Continuar lendo

MENSAGEM

PARA REFLETIR Este texto não é de Fernando Pessoa. Sua autoria é de Silvana Duboc. Apenas o último verso foi escrito pelo poeta português: “Circunda-te de rosas, ama, bebe e cala. O mais… Continuar lendo